CRÓNICAS & ARTIGOS

Todos fazemos parte de uma geração

Todos fazemos parte de algo. E esse sentimento de pertença é tão natural, que pode ser dividido em grupos tão diversos como: Família, Amigos, Colegas, Comunidade, Nacionalidade, Gostos e até algo tão heterogéneo como Gerações.
Temos a necessidade de nos colocar numa gaveta, vestir uma camisola. A expressão “no meu tempo” é um exemplo muito simples, não só da nostalgia que todos temos do passado, mas também da necessidade de vincar e defender a geração em que se nasceu. 
Sabe quantas gerações existem desde que começaram a atribuir-lhes um nome? Sabe em qual geração se insere? Vamos ver se se identifica com ela!


[Spoiler alert]
Última oportunidade para responder às perguntas sem levar spoiler das respostas!


Lost Generation (Geração Perdida)
Geração à qual pertencem os nascidos entre 1883 e 1900. Na Europa ficou conhecida como a Geração do pós-guerra, pois abrange os nascimentos dos que viveram e lutaram durante a I Guerra Mundial. O termo “Lost” advém dos tempos incertos que se viviam na época e significa “desorientada” e “sem rumo”, sentimentos esses que espelhavam o que sentiam os sobreviventes do pós-guerra. Se faz parte desta geração oferecemos-lhe 100% de desconto em todos os nossos queijos durante o tempo que quiser.


The Greatest Generation (A Melhor das Gerações)
Nascidos entre 1900 e os meados de 1928, os membros desta geração sobreviveram à grande depressão dos anos 20 que não virou costas àquela que seria a II Guerra Mundial. Tinham como características a resiliência e a capacidade inata de resolver problemas, o que levou à descoberta de algumas das invenções mais importantes do século XX. Esta é a geração mais antiga com membros ainda vivos. 


Silent Generation (A Geração Silenciosa)
Quem nasceu entre 1928 e 1945 viveu uma época onde a carreira passou a ser uma prioridade. Os jovens adultos desta geração consideravam que falar livremente era demasiado perigoso e, portanto, simplesmente não o faziam. Fruto de uma época de grande insegurança financeira e, consequentemente, de redução da natalidade, esta geração foi ainda uma das menos numerosas. Por esse motivo, também foram apelidados de “Lucky Few” (“Poucos e Sortudos”). 


Baby Boomers (Geração Pós-Guerra)
Entre 1946 e 1964 assistiu-se ao início de uma das gerações cujo nome ficou conhecido como sendo os Baby Boomers. Nascidos no pós-guerra, são resultado de um enorme incremento na taxa de natalidade. Criada num contexto familiar muito tradicional e exigente, esta geração está associada a uma rejeição ou redefinição dos valores tradicionais. Os Boomers tendem em pensar em si como uma geração especial, diferente das anteriores e das futuras, o que tem vindo a criar alguns conflitos com a geração que se segue…


Geração X
Se nasceu entre 1965 e 1980, esta é a sua geração. Com a crescente participação das mulheres na vida laboral e o aumento das taxas de divórcio, esta foi a 1ª geração a aprender a crescer sem a constante supervisão dos adultos, nomeadamente entre o fim das aulas e o regresso dos pais do trabalho. Fortemente influenciada pela cultura pop, são responsáveis por movimentos musicais como o Grunge, Hip Hop e Indie. 


Millennials (Geração Y)
Nascidos entre a década de 80 e o começo dos anos 2000, são os jovens adultos de hoje em dia e, por isso, é deles que mais esperamos atualmente. São a geração da Internet e da tecnologia digital, que transformaram o mundo numa pequena Aldeia Global. Smartphones, tablets, wearables, redes sociais… tudo isto ao mesmo tempo, fazem desta geração a mais multitasking de sempre.


Geração Z 
Entre 1995 e 2012 encontramos a Geração Z. Podemos tratar-te por tu? Obrigado! Ainda tens a tua juventude toda pela frente e, por esse motivo, as características da tua geração são ainda um livro por escrever. Em todo o caso, sendo filhos da Geração X e até dos Millennials, a crise financeira de 2007/2008, fez com que os teus pais vivessem períodos de instabilidade laboral, o que fez da Geração Z uma geração com sede de empreendedorismo e desejo de ser independente de uma entidade patronal. Procuram, assim, fugir das incertezas e instabilidades.


Geração Alpha
O futuro. Nascidos entre 2012 e 2025, são bebés, crianças e outros tantos que ainda estão por nascer. Joe Nellis, professor da escola de negócios Cranfield, vê na geração Alpha as “crianças nascidas a partir 2010, ano em que a Apple lançou o iPad”. Uma geração que ainda não conhece todos os seus membros, mas conhece a tecnologia como ninguém. A primeira que é 100% nativa digital. A geração que vê o mundo através de uma tela. Nellis também acredita que esta geração terá um futuro melhor, “não só em termos de rendimento, mas também em qualidade de vida”. Já Roberto Balaguer, professor da Universidade Católica do Uruguai, não é tão positivo e diz que “a tecnologia será omnipresente nas suas vidas e na dos pais, o que, claramente, será um fator limitador na disponibilidade emocional e na qualidade do cuidado parental.”. Certezas? Só futuro o dirá.


Certo é que esta divisão geracional não é uma ciência exata, mas a análise de gerações pode ser um exercício que, segundo o instituto de pesquisa americano Pew Research Center, nos oferece “uma forma de entender como acontecimentos globais, económicos e sociais, interagem entre si para definir a forma como vemos o mundo”. 
Roberto Balaguer diz que “antes, as gerações eram definidas a partir de acontecimentos históricos ou sociais importantes. Hoje, são delimitadas pelo uso de determinada tecnologia”. E no futuro, o que irá determinar o início e o fim de uma geração?

Outras Sugestões

Viver em Família: Tecnologia e as diferentes gerações

/ Sara-a-Dias

Viver em Família: 10 coisas que gostaria que me tivessem dito antes dos 40…

Viver em Família: Memória de futuro

/ Eduardo Sá

Pais e Filhos: O que queremos da vida aos 20, 30, 40, 50…?

VIVER EM FAMÍLIA

AS AVENTURAS POR CASA E FORA DELA

/ Eduardo Sá
13-04-2020
/ Paulo Oom
06-04-2020
/ Eduardo Sá
06-04-2020
/ Eduardo Sá
06-04-2020
/ Eduardo Sá
06-04-2020
06-04-2020
/ Sara-a-Dias
03-04-2020
04-03-2020
/ Sara-a-Dias
11-02-2020
gerações
/ Eduardo Sá
11-02-2020
/ Sara-a-Dias
03-02-2020
/ Sara-a-Dias
03-12-2019

Um queijo deliciosamente amanteigado,
para todos os dias
e ao gosto de toda a família.

Já conhece a nossa gama?